quarta-feira, abril 13, 2005

"Ser/estar ou não Ser/estar"

A dor que agora sinto
Constroem este chão
Onde agora piso

O prazer que agora vejo
E com o qual me entretenho
Vem da perda de algo querido

Desse verso sem explicação
Que vem do meu avesso
Chego a triste conclusão
De que sem dor não existo

Leon Latour
Postar um comentário