domingo, abril 17, 2011

Voz

As vezes resisto
por saber que insisto
no caminho que me fixa

me vale a prova do registro
em troca de algo omisso
no caminho que me fixo

me vale mais o que improviso
com cuidado e abrigo
no momento certo e previsto
desfaz-se o previsível

arraigado rodízio
fugaz e repentino
me retira fatigado
de minha rotina

feliz de minha alma
que recorda do que ri
não importa com quem
nem o porque do que fiz

recorda o espírito do que sente
sou eternamente aprendiz
repreendo nos outros
e repreendo em mim
absolutamente tudo,
tudo que do coração não se diz.
Postar um comentário